Menu

Thalles Roberto pede perdão a evangélicos após “desabafo”

05 JUL 2017
05 de Julho de 2017

 O cantor Thalles Roberto desde que ficou conhecido no meio gospel se envolve com polêmicas. As mais recentes foram suas declarações durante uma apresentação na Conferência Global 2015 realizada pela Comunidade das Nações, em Brasília, no começo da semana passada.

O cantor anunciou que estava saindo do meio gospel por que Deus teria dito a ele “Você está acima da média porque você está no meio de gente fraca…  Quero ver você estar acima da média lá fora”.

Sua decisão então é obedecer a este “novo chamado” e deixar de se apresentar em igrejas e fazer mais eventos seculares. Além disso, afirmou entender de Deus que já fez no meio gospel “tudo o que ele tinha para fazer”. Agora o cantor se prepara para lançar um CD que não tem os evangélicos como público alvo.

O vídeo com as declarações dele foi reproduzido e comentado no Facebook milhares de vezes. Um percentual muito grande dos evangélicos ficou indignado com as declarações. Poucos dias depois, começou a circular nas redes sociais outro vídeo, com mais declarações contundentes. O material passou dos dois milhões de visualizações e aumentou a polemica, pois Thalles afirmou que canta melhor que todos os cantores juntos e que sua riqueza é maior do que todos os bens que os cantores evangélicos podem somar.

Quase imediatamente, surgiram textos em sites evangélicos e vários videos postados nas redes sociais mostrando que a imagem do artista está definitivamente prejudicada entre grande parte dos evangélicos. A maioria acredita que Thalles foi arrogante e não demonstra entender o que significa ser um cantor gospel, pois parece ter mantido uma visão apenas comercial do que sua carreira no meio religioso lhe proporcionou.

Devido a repercussão negativa, o artista acabou divulgando nota à imprensa, se desculpando.  Ele começa mencionando seu testemunho pessoal, lembrando em seguida que  em pouco tempo se tornou um “furacão de sucesso” no meio evangélico. Listou ainda ter conquistado “Muitos discos de ouro, platina duplo, platina, 1º lugar de vendas no iTunes, música em 1º lugar nos Estados Unidos”.

Thalles conta que Deus lhe pediu para “sacrificar” o seu sucesso. Ele faria isso voltando ao meio secular de onde saiu em 2008.  Portanto, sua motivação agora seria alcançar, através de suas músicas, pessoas que não conhecem o evangelho.

Na nota, ele ressalta “Nunca vou sair da igreja, nem deixar de cantar nelas, eu amo a igreja do Senhor, mas não quero que o meu sucesso seja o limite pra eu evangelizar”. No final, pede que os evangélicos orem por ele.

Neste sábado (18), Thalles usou sua conta no Facebook (onde tem mais de 7 milhões de seguidores) para publicar um vídeo de dois minutos, onde procura esclarecer o que considera um mal-entendido.

Pediu perdão por que “pode ter se equivocado” na maneira como se expressou e que não tinha a intenção de menosprezar os demais cantores do meio gospel.

Usando os mesmos termos da nota oficial, apresentou o que chama de seu plano de vida, que determinaram o nome de seus discos. Agora, se inicia uma nova fase de sua carreira. Com o nome de “Projeto Luz”, ele aponta para seu desejo de usar sua música para alcançar as pessoas “do lado de fora”.

Lembrou que seu pai é pastor e que ele ama a igreja, despediu-se dizendo que ama a todos. O vídeo teve quase 350 mil visualizações no dia em que foi ao ar.

Contudo, os comentários na publicação mostram que isso não foi o suficiente.

Uma grande quantidade de pessoas deixou claro que o cantor está novamente equivocado em suas colocações. A polêmica parece que não deve acabar tão cedo. Somente com o passar do tempo será possível medir as consequências desse imbróglio. Anos atrás, a banda Catedral também “rompeu” com o mercado evangélico, fazendo muitas críticas, mas jamais conseguiu se firmar no mercado secular e anunciou seu fim este ano.

Voltar
Tenha você também a sua rádio